terça-feira, 15 de junho de 2010

Your love.



Queria poder te dar um abraço quando você sentisse frio. Queria saber suas roupas favoritas, cores, gostos. Quantas colheres de açúcar gosta de colocar no café? Queria te ver num de seus piores dias, para poder te confortar e dizer que estou do seu lado; sempre estarei.
Queria ver você dormir e até ouvir você roncar, eu juro que te amaria mesmo se babasse no travesseiro; e então te dar um beijo quando acordasse. Queria saber onde você tem cócegas, quais são suas manias, seus medos, o que te deixa furioso. Queria brigar com você só para depois ouvir um pedido de desculpas. Queria te ver andando de pé descalço pela casa, sem ligar como está seu cabelo, sua roupa. Queria ver você escovando os dentes, lavando o rosto pela manhã. Que sabor de creme dental você gosta? Que tipo de shampoo prefere? E perfume, qual seu favorito? Quanto você calça?
Queria ver você lendo um livro na varanda. Cuidar de um resfriado seu ou até uma enxaqueca. Queria saber que filme mais gosta e poder assisti-lo ao seu lado numa noite qualquer. Queria ver você rindo descontroladamente de uma bobagem minha. Poder encher o peito de orgulho ao falar para as outras pessoas: “Esse é o meu namorado! É ele que eu amo.” Queria subir na sua garupa e passear com você num dia de sol. Correr com você pela chuva. Deitar ao seu lado na areia de uma praia deserta. Queria poder sentir seu cheiro nos meus lençóis. Queria saber a textura da sua pele, a força e o calor do seu abraço. Saber decor cada linha do seu corpo. Queria sentir a vibração da sua voz no meu ouvido, deitar-me sobre seu peito e sentir seus batimentos cardíacos. Limpar suas lágrimas quando fosse preciso. Queria vestir seu casaco numa tarde de inverno.
Queria te dar presentes, guardar suas cartas, suas fotos, bagunçar seu cabelo, cheirar suas roupas. Queria poder te ligar de madrugada. Queria ter a chave da sua casa, decorar o número do seu telefone. Queria te jogar na piscina e depois cair lá dentro com você. Queria ser a primeira pessoa a te dar parabéns no dia do seu aniversário. Queria saber quando mente, quando é sincero. Queria poder te olhar de um jeito diferente e ser retribuída. Queria enxergar além de seus olhos, decifrar seus pensamentos. Ser quem te dá dor de cabeça e ao mesmo tempo coloca um sorriso no seu rosto.
Queria ser sua força e sua fraqueza, pois você é minha força e minha fraqueza. Queria ser sua calmaria e sua tormenta, pois você é minha calmaria e minha tormenta. Você é meu céu e meu inferno, meu tudo e meu nada. O invisível que se concretiza no meu universo

3 comentários:

  1. Tudo isso eu vou traduzir: Quer casar comigo? <3

    ResponderExcluir
  2. Awn Gabi, já disse que você posta as coisas MAIS lindas? Pois é <3

    ResponderExcluir